La perto du má

Quando vinha era banho de má pra me curá
A água salgada no nariz vinha entrá
Tinha a brisa minha aura limpá
No pé da serra é bom respirá
Pode tá calor mas num falta á
A própria força é diferente lá
Da até mais disposição pa namorá
Quem nunca que viu o encontrá
Do sol da lua da serra e do má
Um dia eu ei de morá lá
No pé da serra pertin du má

tropical bay